Newsletter

Festa infantil prática, criativa e econômica

Tamanho da letra A-A+

Compartilhe com os amigos:
Festa infantil prática, criativa e econômica

Não é preciso gastar uma fortuna para comemorar o aniversário de seu filho. Com criatividade e bom gosto você pode organizar uma festa incrível, em casa mesmo, e todos os convidados vão adorar. O segredo? Você descobre aqui!


Gostosuras de festa!
Os salgadinhos agradam a todos. Mas lembre-se que, para ficarem gostosos, devem ser servidos bem quentinhos!
Festa de criança costuma ter cachorro-quente, misto, coxinha e outros empanados. Se quiser uma opção prática e diferente, sirva pão de queijo com recheios variados: presunto e queijo, requeijão e peito de peru, tomate e manjericão e até salsicha picadinha agrada em cheio, tanto adultos como crianças.
Docinhos como brigadeiro, bicho de pé e beijinho não podem faltar! Se quiser, prepare-os com antecedência e congele-os. No dia da festa basta retirá-los do freezer duas horas antes de servir e colocá-los nas forminhas. Ficam ótimos!
Outra sugestão criativa e saudável é servir frutas no espeto! Descasque e corte em cubos médios kiwi, manga, morango e abacaxi e espete, alternadamente, os pedaços em palitos de churrasco. Fixe os palitos em uma base de isopor coberta com papel celofane no tom da festa e deixe que os convidados se sirvam à vontade!


A quantidade certa de comes e bebes
Para não faltar, e nem sobrar comida, calcule a seguinte porção individual:
- Adulto: consome, em média: 70 g de bolo, 10 salgadinhos, 6 docinhos, 6 copos de bebida.

- Criança: 23 g de bolo, 5 salgadinhos, 2 docinhos, 4 copos de bebida.

Capriche no tema
Se possível, deixe que o aniversariante escolha seu tema preferido! Parque de diversões, circo, bonecas, fundo do mar, fazendinha, futebol, chá de bonecas agradam em cheio a criançada.
Cubra a mesa do bolo com papel crepom, fixando com fita dupla face. Em seguida prepare a “saia” da toalha: faça pregas com o papel crepom, usando fita dupla face ou grampeador, para deixá-la bem armada e volumosa. Faça duas camadas para cobrir os pés da mesa e dar um lindo acabamento.
Encha as bexigas, feche-as e amarre uma fita de cetim de cerca de 1 metro na ponta. Em seguida prenda fita dupla face na outra extremidade das bexigas e cole-as no teto. O efeito é incrível!
Encha vasos e potes de vidro de diversos tamanhos com balinhas de goma e jujubas de diversas cores e distribua-os sobre a mesa. Eles custam pouco, dão um colorido lindo à decoração e a criançada adora.

Lembrancinhas supercriativas
Solte a imaginação e crie lembrancinhas econômicas e divertidas. Veja algumas opções:
- kit de jardinagem com o vasinho, terra adubada e sementes de girassol.
- kit de pintura com bloco de papel, giz de cera, canetinhas, pincel e guache.
- kit de cozinha, com um caderno para anotar receitas, forminha de minibolo, colher de pau e avental.
- kit camiseta com uma camiseta branca e canetas para personalizá-la.
- kit cinema, com um balde de pipocas e um saquinho com o milho.


As brincadeiras não podem faltar!
Mãe da rua: Tire a sorte para saber quem será a mãe da rua e divida a criançada em dois times. Cada grupo ficará numa "calçada" e a mãe da rua no meio. Os jogadores têm que atravessar de um lado para outro pulando em um pé só, fugindo. A primeira criança a ser pega será a próxima mãe da rua. A partir daí, aqueles que forem pegos podem correr com os dois pés e ajudam a capturar os outros. A brincadeira termina quando a turma toda for capturada. 

Barra-manteiga: O jogo pode durar cinco ou dez minutos, dependendo da idade dos jogadores. Dois times de crianças ficam a cerca de 8 m de distância. Um dos participantes vai até o grupo adversário e bate, de leve, nas mãos de todos os jogadores. Quem receber um tapa forte corre atrás daquele que bateu. Se conseguir pegar, leva-o para a sua equipe e se torna o próximo a desafiar o outro grupo. Ganha a equipe que conseguir conquistar o maior número de prisioneiros até o final do jogo.

Passa anel: Escolha uma criança para ser o passador, e coloque um anel (ou outro objeto pequeno) entre suas mãos, que estão unidas. As outras crianças sentam, lado a lado, também com as mãos juntas, palma a palma. O passador passa as mãos no meio das mãos de cada um dos jogadores, até que deixa cair discretamente o anel na mão de um deles, sem que os demais percebam. Depois que tiver passado por todos os jogadores, o passador pergunta a um deles com quem está o anel. Se acertar, é o novo passador. Se não, paga uma prenda (castigo). O passador repete a pergunta até alguém acertar. Quem acerta é o novo passador.

Corrida do saco: Marca-se uma linha de partida e outra de chegada. Cada corredor coloca as pernas dentro de um saco grande de pano, segurando-o com as mãos na altura da cintura. Dado o sinal, saem pulando com os dois pés juntos. Vence quem chegar primeiro ao local de chegada.

Corre cotia (ou Lenço atrás): Os participantes sentam-se em uma roda e cobrem os olhos. Uma das crianças, o “corredor”, anda em volta do círculo, com um lenço na mão para deixar atrás de um dos amigos. Enquanto isso, todos cantam a música: “Corre, cotia, na casa da tia. Corre, cipó, na casa da avó. Lencinho na mão, caiu no chão. Moça bonita do meu coração”. Em seguida, cada criança da roda verifica se o lenço foi deixado atrás de si. Quem estiver com o lenço deve segurá-lo e, por fora do círculo, tentar pegar o corredor. Este tenta chegar e sentar-se no local de onde saiu a criança com o lenço. A brincadeira recomeça com aquele que ficou de pé ou com o mesmo corredor, caso ele tenha sido pego.

Estátua: Você coloca uma música animada e as crianças começam a dançar. Quando abaixar o som e gritar “estátua”, todos devem ficar parados. Quem se mexer por último ganha o jogo.

voltar para nutrição simplificada

usuário

Caracteres restantes: 200