Newsletter

Feijão é tudo de bom

Tamanho da letra A-A+

Compartilhe com os amigos:
Feijão é tudo de bom

 Preto, roxinho, rosinha, mulatinho, não há no Brasil quem dispense o delicioso feijão de todo dia. Companheiro perfeito para o arroz, a carne assada, o frango de panela e outras gostosuras, além de irresistível, é fonte importante de proteínas, fibras, ferro e outros nutrientes. Mas, apesar de ser um dos alimentos preferidos dos brasileiros, há muitas dúvidas sobre sua preparação. É preciso deixá-lo de molho ou não? Temperá-lo antes ou depois de pronto? Como engrossar o caldo? Agora vamos esclarecer estas e outras dúvidas!

- É necessário deixar o feijão de molho?
Sim. Quando você deixa o feijão de molho, além de cozinhá-lo em menos tempo, evita que quem consumi-lo se sinta incomodado com a maior formação de gases depois da refeição. Isso porque o feijão contém oligossacarídeos, que nosso organismo não consegue digerir, e, no intestino, é fermentado por bactérias, causando flatulência. Para evitar o problema, o ideal é lavar os grãos e deixá-los de molho durante a noite, para cozinhá-los com outra água no dia seguinte. Esse procedimento ajuda a eliminar os oligossacarídeos.

- Em quanto tempo o feijão cozinha?
Na panela de pressão, o feijão fica pronto em aproximadamente 20 minutos, depois de ela começar a apitar. Já na panela comum, leva cerca de uma hora. E não deixe que o feijão cozinhe demais. Observe: os grãos devem permanecer inteiros, porém macios.

- Qual a quantidade certa de água?
Se você tiver deixado o feijão de molho, junte 4 xícaras (chá) de água para 2 xícaras (chá) de feijão. O cálculo pelo “olhômetro” também vale: coloque 5 dedos de água acima do nível dos grãos. Se precisar acrescentar mais durante o cozimento, complete sempre com água fervente.

- Como fazer para engrossar o caldo?
O que torna o caldo grosso é a redução (processo no qual a água do feijão vai evaporando durante o cozimento). Assim, depois de temperado, deixe o feijão apurando em fogo lento. Um jeito mais rápido de fazer isso é, depois do cozimento, retirar uma concha e amassar os grãos. Então, devolva à panela e cozinhe por mais 15 minutos, sem tampar.

- Como e quando temperar?
O ideal é temperar o feijão depois de cozido, mas ainda firme. Faça assim: em uma panela, aqueça um pouco de óleo e refogue bastante cebola e alho picadinhos. Depois, acrescente o feijão e parte da água do cozimento, e deixe apurar. Por fim, acrescente o sal – mas cuidado com a quantidade, pois, quando consumido em excesso, este ingrediente não faz bem à saúde. Se você gosta de usar outros temperos, como os caseiros, em pó ou caldos, opte ou pelo tempero ou pelo sal.

- Qual o truque para deixá-lo mais saboroso?
Frite cubinhos de bacon até que fiquem crocantes e escorra-os em papel toalha. Distribua-os sobre o feijão antes de levá-lo à mesa. Ou, então, em uma panela, refogue fatias de paio em sua própria gordura, junte cebola e alho picados e mexa até dourar. Em seguida, acrescente o feijão cozido.

- Posso congelar?
Sim. Cozinhe o feijão da maneira habitual, mas sem deixar os grãos amolecerem muito. Deixe esfriar, embale e leve ao freezer, sem tempero, mesmo. Deixe para temperá-lo quando for aquecê-lo para o consumo. Desta forma, ele pode ser congelado por até três meses.

voltar para nutrição simplificada

usuário

Caracteres restantes: 200