Alimentação sob medida.

Nutricionista indica qual a melhor rotina de alimentação para quem pratica esportes diariamente.

Não importa se você é atleta ou não, é preciso que o corpo esteja forte e preparado antes de correr, nadar ou pedalar por aí. Mais que isso: é importante manter a rotina de cuidados e alimentação para continuar com pique e a saúde lá em cima. Por isso os atletas, mesmo amadores, respeitam a risca não só as escolhas dos alimentos, mas também os horários em que devem comer. 

 

É aqui que entra o nutricionista, profissional que saberá orientar da forma mais específica as necessidades alimentares de cada um, de acordo com seu metabolismo e objetivos pessoais. A nutricionista Karen Sussmann, especializada em nutrição esportiva, enfatiza a importância de saber o que comer e quando comer para quem se exercita regularmente: "As refeições pré e pós-treino seriam as principais para atingir o seu objetivo. Mas, atenção: o que comer nesses momentos varia não só de acordo com cada indivíduo (sexo, idade, metabolismo), como também com as características dos exercícios (duração, local, intensidade)", explica a profissional, nos apresentando um pequeno guia alimentar para quem pratica esportes diariamente.

- Antes do treino: Cerca de 45 minutos antes, o ideal é escolher alimentos com baixo índice glicêmico, como pães integrais, tapioca preparada com fibras, cereais integrais, batata doce ou frutas (ex.: ameixa, maçã, pêra, damasco seco). Estes alimentos têm digestão mais lenta, portanto o açúcar será liberado no organismo aos poucos, mantendo a energia constante. "Caso seu objetivo seja perder gordura, é bom associar alguma fonte de gordura ‘do bem’, como óleo de coco, abacate, oleaginosas. O ideal é aliar uma proteína também de fácil digestão e, caso seu objetivo seja hipertrofia, a quantidade de proteína deve ser ainda maior", explica Karen.  

 

- Durante os treinos: Sim, também é importante se alimentar durante as atividades. Apesar de muita gente não gostar, por achar que pode pesar o corpo, se a prática durar menos de 1 hora, recomenda-se tomar apenas água para se hidratar. No entanto, se o treino for intenso e prolongado, deve-se tomar bebidas isotônicas e carboidratos para repor a energia e manter os eletrólitos do sangue equilibrados, favorecendo o desempenho muscular.

 

- Após os treinos: O alimento ideal para recuperar a massa muscular perdida durante o exercício é a proteína, mas ela deve ser acompanhada de uma quantidade menor de carboidratos. Granola, aveia e frutas como mamão, manga e banana são indicados. "Recomendo que os alimentos sejam consumidos em até uma hora após o treino. Com isso, é possível prevenir lesões e melhorar o rendimento no treino seguinte. Atenção: jamais se esqueça da hidratação antes, durante e após a atividade", ressalta a profissional. 

PRINCIPAIS ASSUNTOS RELACIONADOS: 

alimentaçãoesportessaúde