Newsletter

A alimentação ideal para a criança esportista

Tamanho da letra A-A+

A alimentação ideal para a criança esportista

Correr, nadar, jogar bola, pular... Além de prazer e diversão, a prática de esportes durante a infância é fundamental para o desenvolvimento da criançada. E os benefícios são percebidos no sono, no apetite e no fortalecimento dos ossos e músculos. Além disso, a turminha que pratica esportes desde cedo se torna mais sociável, aprende a cumprir regras e a enfrentar desafios. Mas para garantir energia é preciso manter uma alimentação equilibrada.

O cardápio do miniatleta
Nas refeições, a criança deve consumir legumes, verduras, frutas e grãos integrais. E, para manter o pique, é preciso consumir carboidratos, encontrados nos pães, na batata, no arroz, no macarrão e nos cereais matinais. Já os refrigerantes, as frituras e os doces precisam ser controlados, pois são alimentos ricos em açúcares e gorduras.

Lanchinhos nutritivos
O pequeno não deve ficar sem comer por um período superior a uma hora após a prática de exercícios,  pois quanto antes se alimentar, melhor será a recuperação dos músculos. E como normalmente os pequenos esportistas saem do treino com muita fome, o risco de encherem a barriguinha com doces e salgadinhos é grande. Para evitar o ataque às guloseimas supercalóricas, ofereça lanchinhos saborosos e nutritivos:

- cereal com iogurte + frutas picadas
- vitamina com iogurte ou leite e fruta
- banana com aveia
- pão com geleia
- misto-quente e suco de fruta
- pão de queijo e iogurte

Hidratação caprichada
Estimule o consumo de líquidos ao longo do dia. O ideal é tomar pequenas doses durante todo o período em que a criança estiver acordada -e, principalmente, um pouco antes e depois dos exercícios físicos. Para que a criança não enjoe, ofereça, além da água, suco de frutas como laranja, limão e abacaxi, além de água de coco.

O esporte indicado para cada fase
Entre 2 e 3 anos: natação e ginástica recreativa com bolas, colchões, escorregadores e trampolins.

Entre 3 e 7 anos: a criança já pode frequentar escolinhas de esporte para praticar atividades físicas que estimulem a socialização, como a natação, capoeira, judô, danças, ginástica olímpica.

Entre 7 e 15 anos: esportes com bola, danças, lutas, natação, equitação, ciclismo ou qualquer outro que a criança gostar.

voltar para nutrição simplificada

usuário

Caracteres restantes: 200