Sadia Por Dentro

A Sadia coloca no mercado a Sadia Bio, linha com cortes de frango em que é possível ao consumidor conhecer a origem do alimento que consome. Os cortes são elaborados a partir de animais alimentados com ração 100% vegetal, livres de antibióticos e melhoradores de desempenho e criados por famílias produtoras que compartilham do mesmo propósito da empresa: respeito com o alimento.

O cuidado começa com a criação dos animais. Nas granjas, os frangos vivem em locais adequados à criação, com espaço, temperatura e iluminação de acordo com as necessidades de expressão de seu comportamento natural. Tempo para repouso, ambiente arejado e agradável, área para se movimentarem são condições que os produtores selecionados pela Sadia garantem aos animais sob seus cuidados, evitando estresse. No ambiente saudável, os animais não necessitam de medicação ou substâncias adicionais para incrementar seu crescimento – o tempo natural é respeitado. A aplicação dos procedimentos estabelecidos e a promoção do ambiente saudável garantem à Sadia Bio o selo Certified Humane, da instituição Humane Farm Animal Care, que é conferido aos produtos de empresas que seguem as rigorosas normas de bem-estar animal.

Proteção e cuidados da família

Os produtores de Sadia Bio são famílias selecionadas pela empresa para trabalhar segundo os protocolos especificados para a linha de produtos. São quatro famílias responsáveis pela produção da linha, em uma relação onde a confiança e o cuidado são atributos consolidados. Todas as granjas estão reunidas em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. No município também fica a fábrica que produz a ração para os animais, 100% vegetal e balanceada.

Toda essa operação se concretiza no produto, o frango que vai à mesa. A linha Sadia Bio traz, em suas embalagens, um código do lote que, acionado no site www.sadia.com.br/bio, direciona para a família produtora do frango daquele item - um sistema que demonstra transparência e revela o compromisso da empresa com o respeito ao alimento.

Postado em Matérias

Compartilhe essa matéria